Europa

Vídeo: “O lugar das mulheres é em casa a fazer filhos”, diz eurodeputado

O eurodeputado polaco Janusz Korwin-Mikke, de extrema-direita, voltou a mostrar a sua visão machista, ao defender que “o lugar das mulheres é em casa, a fazer filhos”. O debate em que se abordavam os problemas demográficos da União Europeia, nesta segunda-feira, ficou assim marcado pela misoginia do parlamentar. Veja o vídeo

Num debate no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o eurodeputado Janusz Korwin-Mikke, de extrema-direita, voltou a proferir declarações inaceitáveis, considerando que as mulheres “deveriam ficar em casa”. Veja o vídeo.

“Estou a ouvir este debate e sinto-me perplexo. Penso que a causa para o problema demográfico ainda não foi mencionada. As mulheres não ficam em casa. O lugar das mulheres é em casa, a fazer filhos”, apontou o polaco Korwin-Mikke, nesta segunda-feira.

Iratxe García, eurodeputada espanhola, não deixou o polaco sem resposta:

“Segundo Janusz Korwin-Mikke, as responsáveis pela despovoação são as mulheres, porque vão trabalhar, em vez de ficar em casa a fazer filhos. Isto é um insulto às mulheres. Às mulheres que decidiram ser livres para trabalhar, para decidir se querem ser mães ou não”, afirmou.

A parlamentar espanhola espera agora que o Parlamento Europeu analise as declarações de Korwin-Mikke, para que seja sancionado pelas palavras que proferiu.

“Quem realmente deveria ficar em casa são os misóginos, que não respeitam as mulheres, que decidiram ser livres”.

Veja o vídeo:

Esta não é a primeira vez que o eurodeputado profere declarações consideradas insultuosas para as mulheres e para quem luta pela igualdade no género.

Em março, defendeu que “as mulheres devem ganhar menos porque são menos inteligentes”. Recorde aqui essas palavras.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir