Lugar da minha alma

Sem rumo, sem orientação, numa luta egoica pelos meus sonhos, a Ti cheguei

Obrigaste-me a parar quando a rebeldia inocente em mim comandava os meus dias

Hoje aprendo a viver com a consciência na Essência que Sou

Perdi a batalha terrena recheada de distrações e tentações

Ganhei a Tua Luz, o Teu Amor, a Tua paciência, a Tua humildade

Sou feliz na contemplação de Ti em mim

Nada me faz mais perfeita do que todos os momentos em que vivo para Ti

As lagrimas da Tua Luz percorrem o meu rosto porque nada sou sem te reencontrar nesta azafama que é a vida na Terra

Por vezes ainda vagueia na minha mente aquele sonho de menina ilustrado pelo encantamento das fábulas que preencheram a inocência da infância, mas antes de entristecer profundamente velozmente Te entrego a minha ilusão

Os meus dias outrora vividos na impaciência do que tudo isto é são agora preenchidos pelo mais ínfimo pormenor, desde a perfeita contemplação do nascer e pôr do sol até ao tempo que dedico em apreciar a família de formigas que arduamente trabalham no jardim em que passeio o meu cão.

O tempo que perdia em lutar por aquilo que desejava ter dos outros é agora preenchido pela conquista do lugar da minha Alma

E assim me vou rendendo à pressa de viver preparando-me para a vida Eterna…

Com Amor por todos,

Joana


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: