Nas Redes

Ligações familiares no Governo PS arrasadas por Joana Amaral Dias

Joana Amaral Dias, antiga deputada do Bloco de Esquerda, escreveu um artigo na sua conta do Facebook que já é viral e onde fala das ligações familiares existentes no atual Governo de António Costa. “Nepotismo? Naaaaaa…. é natal, pessoal”, escreveu, dizendo que “o PS já não tem organograma, só árvore genealógica”.

A propósito da nomeação de Rosa Zorrinho (cujo passado tem dado que falar), esposa de Carlos Zorrinho, para secretária de Estado da Saúde, na sequência da saída de Manuel Delgado por causa da polémica na Raríssimas, Joana Amaral Dias refere outras relações familiares que elementos do atual Governo têm.

“O ministro Vieira da Silva (que já foi várias vezes ministro, deputado e tal) é casado com a deputada Sónia Fertuzinhos cuja filha é secretaria de estado adjunta de António Costa”, revela Joana Amaral Dias, falando depois sobre Ana Catarina Mendes.

“É secretaria geral do PS (deputada e casada com o ex deputado Paulo Pedroso) e irmã do secretário de estado dos assuntos fiscais”, revela, continuando com o atual ministro da Administração Interna.

“A família de Carlos César é um estudo de caso”

“Eduardo Cabrita (ex ministro adjunto) é casado com Ana Paula Vitorino que é Ministra do Mar e já foi secretária nacional do PS e secretária de estado”, sublinha, falando depois sobre “a família de Carlos César” que “é um estudo de caso”.

“O presidente do PS e líder parlamentar, ex- presidente regional dos Açores, é casado com Luísa, nomeada coordenadora dos Palácios da Presidência ainda durante o mandato do marido como presidente do Executivo Regional e, depois, já aposentada, nomeada, sem concurso público, coordenadora da estrutura de missão para a criação da “Casa da Autonomia””, disse.

E prossegue: “O filho, Francisco César, é deputado regional nos Açores e preside à comissão parlamentar de Economia. A sua cara metade é chefe de gabinete da secretária regional adjunta para os Assuntos da Presidência, depois de ter passado pelo Grupo Parlamentar na Assembleia da República e por algumas câmaras.”

“Confuso? Talvez um pouco”

As ligações referidas por Joana Amaral Dias não se ficam por aqui e a ex-deputada bloquista tem mesmo um parágrafo… que a própria reconhece ser “confuso”.

“Guilherme Waldemar d’Oliveira Martins é secretário de Estado das Infraestruturas e filho de Guilherme d’Oliveira Martins, ex-governante do PS, ex-presidente do Tribunal de Contas e atual administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, cunhado de Margarida Salema que preside à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos, que é irmã da deputada Helena Roseta, casada com o ex-ministro Pedro Roseta, cunhado do também ex-ministro António Capucho. Confuso? Talvez um pouco”.

Antiga mandatária da juventude de Mário Soares às presidenciais de 2006, Joana Amaral Dias diz que “há quem não se perca” nestas ligações.

“Elisa Ferreira, administradora do Banco de Portugal (ex deputada, ex deputada europeia e ex ministra) é casada com Freire de Sousa que preside à Comissão de Coordenação do norte, e a ministra da justiça Van Dunem é casada com o ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos, Eduardo Paz Ferreira”.

A finalizar, Joana Amaral Dias fala ainda sobre Constança Urbano de Sousa.

A antiga ministra da Administração Interna “é filha de Alfredo José de Sousa, ex-provedor de Justiça”, enquanto que o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, “é filho do ex-secretário de Estado da Justiça de Vera Jardim”.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: