Justiça

Libertados arguidos no caso SPDE

Todos os arguidos do caso SPDE estão, desde hoje, em liberdade.

O Tribunal de Guimarães decidiu colocar em liberdade todos os arguidos que estavam em prisão preventiva e em prisão domiciliária, uma vez que entendem não se justificar privar de liberdade os elementos antes da leitura da sentença.

Entre os arguidos, que estavam em prisão preventiva, constava o nome de Eduardo Silva (dono da SPDE) que, de acordo com o Jornal de Notícias, “vai ficar sujeito apenas a termo de identidade e residência”.

“Mais 12 arguidos encontravam-se em obrigação de permanência na habitação, tendo igualmente recebido ordem para libertação”, explica o referido jornal.

Pinto da Costa e Antero Henrique (antigo diretor-geral do FC Porto e atualmente no PSG) também fazem parte dos arguidos deste caso, sendo que para estes o Ministério Público pediu absolvição.

Este caso faz parte da ‘Operação Fénix’ e diz respeito a suspeitas de segurança privada ilegal.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: