Nas Notícias

Legionella: Empresa que faz manutenção das torres do S. Francisco Xavier nega responsabilidade

A Veolia Portugal, a empresa responsável pela manutenção ads torres de refrigeração do Hospital de S. Francisco Xavier, em Lisboa, negou, este sábado, a responsabilidade no surte de legionella. Numa nota de esclarecimento, a empresa garantiu que “todos os procedimentos foram implementados correctamente”.

“Todos os procedimentos foram implementados corretamente e são perfeitamente rastreáveis. Da análise efetuada não foi encontrada qualquer ação ou omissão significativa suscetível de explicar a amplitude desde fenómeno”, pode ler-se.

As cinco mortes causadas pela infeção de legionella, no entanto, levou a que empresa abrisse um investigação interna para “uma melhor clarificação” do sucedido.

Além da investigação interna, a Veolia Portugal solicitou ao ISQ a realização de uma análise profunda a toda instalação.

“Em 20 anos de atividade em hospitais, a Veolia Portugal nunca conheceu uma situação semelhante”, refere a nota, sublinhando que “operam especificamente na central de trigeração” da unidade hospitalar e que não têm atividades “de limpeza e manutenção dos edifícios hospitalares, do sistema de águas quentes sanitárias nem dos depósitos de água fria”.

O surto de bactéria infetou, até ao momento, 54 pessoas, tendo causado cinco mortes.

 

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir