Cultura

Lady Gaga pode tornar-se a nova vocalista dos Queen no regresso da banda

lady_gaga2Lady Gaga deve vestir a pele de Freddie Mercury no regresso aos palcos dos Queen. De ‘Poker Face’ a I Want to Break Free’ vai uma diferença gigantesca, além de que os estilos e vozes são incomparáveis. No entanto, os Queen procuram vocalista e o guitarrista Brian May assumiu que Gaga “é mais do que uma cantora”… Pode ‘Radio Ga Ga’ de Freddie Mercury ser ‘Radio Gaga’?

Falar em “sucessão” poderá ser excessivo, ainda que Gaga seja, no panorama musical de hoje, uma artista de top. Mas Freddie é único e insubstituível… Mas o problema semântico não se coloca. Vamos aos factos: Brian May, guitarrista dos míticos Queen, afirmou que Lady Gaga “faz parte da lista para vocalista” da banda.

Segundo May, que recentemente concedeu uma entrevista ao PT Jornal, os elementos dos Queen estão “sempre a abordar o regresso aos palcos”, mas enfrentam sempre o mesmo problema: “Falta-nos o cantor”.

Quem vibrou com o apogeu da banda de Freddie Mercury, sobretudo na década de 80, achará que Lady Gaga enfrentará uma missão impossível, se for a eleita por May e companhia para ‘fazer de Freddie Mercury’. Quem vibra atualmente com ‘Poker Face’ ou ‘You and I’ considerará que Gaga pode perfeitamente assumir o peso da responsabilidade de suceder a um original… insubstituível.

Mas não são os fãs dos Queen e de Gaga que decidirão. É Brian May e companhia que têm essa tarefa. E o guitarrista da mítica banda – que, recorde-se, recentemente trabalhou com a cantora de ‘You and I’ – que tem a seu cargo o peso da decisão.

E o que diz May? “Recentemente, trabalhei com Lady Gaga posso dizer que está na nossa lista para nova vocalista”. Mais: tal como Freddie, “ela não é apenas uma cantora e cria o seu produto”, afirmou. Com ou sem Gaga, os Queen vão pisar os palcos, o que por si só é uma excelente notícia.

Em entrevista ao PT Jornal, Brian May falou precisamente das gerações atuais, que não conhecem os Queen. “Sem dúvida, há toda uma nova geração a aparecer… Muitas vezes penso que tivemos muita sorte por continuarmos a estar atuais, de uma forma que nem os Beatles já estão…”, afirmou.

Sobre o regresso aos palcos Brian May foi mais longe. “Adoro o palco. Não tenho nenhuma chama ardente para ser Queen, mas sinto uma grande necessidade de estar em palco. Adoro tocar, sinto-me nas nuvens passado pouco tempo de estar em palco e quero continuar a fazê-lo”.

Talvez Lady Gaga seja a voz que faz falta aos Queen de hoje.

https://www.youtube.com/watch?v=1n7ofwGpNXQ

Mais partilhadas da semana

Subir