Nas Notícias

Kim Jong-un defende que desnuclearização depende do fim do antagonismo

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, defendeu que a desnuclearização da península coreana depende do cessar por parte de Washington e Pyongyang de ações que antagonizam os dois países, anunciou hoje a agência noticiosa norte-coreana.

“Kim Jong-un declarou que, a fim de estabelecer a paz e a estabilidade na península coreana e realizar a desnuclearização, os dois países devem comprometer-se a não se antagonizarem e a compreenderem-se mutuamente”, indica a agência de notícias oficial KCNA.

A agência norte-coreana salienta que a cimeira realizada entre os dois líderes na terça-feira, em Singapura, foi histórica e que constitui uma “alteração radical” nas relações bilaterais entre os dois países.

“As relações desastrosas entre os dois países duraram o período mais longo da Terra”, diz a agência oficial KCNA, referindo que é esperado que o encontro permita “uma mudança radical nas relações extremamente hostis “entre os dois países.

Mais partilhadas da semana

Subir