Sociedade

Julgamento Rei Ghob: Testemunha afirma que assistiu a um crime

juizMais uma sessão do julgamento de Francisco Leitão, o Rei Ghob, mais acusações graves: quatro jovens revelaram no Tribunal de Torres Vedras que foram abusadas sexualmente pelo arguido, em diversas ocasiões. Uma das testemunhas terá declarado que assistiu à morte de Ivo Delgado, segundo afirmou fonte judicial à agência Lusa.

A sessão do julgamento de ontem, à porta fechada, trouxe mais um manto de acusações contra Rei Ghob, que responde pelo homicído de quatro pessoas: três jovens e um idoso.

Alguns testemunhos acusam Francisco Leitão de exercer coação psicológica, com o pretexto de que possuía poderes sobrenaturais. As vítimas desta coação revelam ainda que foram drogadas, em cultos de bruxaria que aconteciam de forma repetida.

Uma das testemunhas nesta sessão do julgamento, que decorre no Tribunal de Torres Vedras, terá afirmado que assistiu à morte de Ivo Delgado. Esta jovem terá sido também convidada a “fazer coisas que não queria”.

Francisco Leitão, mais conhecido por Rei Ghob, é acusado de quatro crimes de homicídio (Ivo Delgado, de 22 anos, Tânia Ramos, de 27, a menor Joana Correia, de 16 anos, e uma quarta vítima). Foi formalmente acusado no Tribunal de Torres Vedras por estes crimes, além de ocultação de cadáveres, posse de arma e falsificação de documentos.

Várias são as suspeitas que recaem sobre Francisco Leitão. Pensa-se que será um criminoso em série. Segundo fontes policiais, Leitão “matava quem se atravessava no seu percurso sentimental”.

O alegado homicida da zona da Lourinhã senta-se finalmente no banco dos réus, para um dos julgamentos mais mediáticos do ano de 2012.

Mais partilhadas da semana

Subir