Motociclismo

Jonathan Rea e Chaz Davies dividem triunfos em Aragon

Dois dias diferentes, duas corridas diferentes. Essa foi a realidade da terceira etapa do Campeonato do Mundo de Superbikes (WSBK) que teve este fim de semana como ‘palco’ o circuito espanhol de Motorland Aragon.

Jonathan Rea impôs-se no sábado, depois de ter sido mais rápido na largada que Marco Melandri, o autor da ‘pole position’. Depois o Campeão do Mundo foi-se embora, mostrando que a sua Kawasaki ainda é uma força a reter no WSBK.

Enquanto Melandri se atrasou, o seu companheiro de equipa na Ducati, Chaz Davies fez o oposto, e depois de largar apenas da quarta fila da grelha de partida encetou uma recuperação que o levou a terminar no último lugar do pódio, atrás de um consistente Alex Lowes, a mostrar que as Yamaha Pata estão e franca evolução.

Tom Sykes voltou a ser uma ‘sombra’ de Rea no seio da Kawasaki, ainda que tenha conseguido recuperar ao longo da prova, ultrapassando Melandri para obter a quarta posição final, numa corrida interrompida à quarta volta devido a um acidente entre Jordi Torres, Leon Camier e Lorenzo Savadori.

A corrida de domingo foi bem diferente, pois Chaz Davies, apesar de ter arrancado apenas da terceira linha da grelha de partida fez uma prova perfeita, apesar de na largada ter sido o seu companheiro de equipa Marco Melandri a levar a melhor. O italiano da Ducati não esteve muito tempo na liderança, pois não resistiu ao ataque de Michael Van der Mark.

O holandês da Yamaha Pata estaria na frente da prova até 17 voltas do final, altura em que Melandri reassumiu o comando. Van der Mark viria a atrasar-se e a terminar na quinta posição, enquanto Davies era o piloto mais rápido em pista. Xavi Forés ascendeu então à primeira posição, que manteve até três voltas do fim, quando sofreu uma queda.

Jonathan Rea herdou então a liderança, mas o Campeão do Mundo tinha os dois pilotos da Ducati na ‘sua roda’, e foi então que Davies se desenvencilhou de Melandri e partiu ao ataque de Rea ganhando-lhe o primeiro posto. Nas duas voltas finais o britânico da Ducati manteve o rival da Kawasaki à distância, com Melandri a concluir a prova no lugar mais baixo do pódio. Sam Lowes foi mais uma vez o melhor representante da Yamaha, ao ser quarto.

Depois desta ronda de Aragon Jonathan Rea manteve a liderança do campeonato, com mais 12 pontos que Chaz Davies e 18 sobre Marco Melandri. Isto antes da ‘visita’ à ‘catedral’ de Assen (Holanda), a 20 e 22 de abril.

Mais partilhadas da semana

Subir