Mundo

Isaltino Morais, “o presidente corrupto que os portugueses adoram”

O jornal espanhol El País publicou este domingo um artigo, da autoria de Javier Martín del Barrio, onde aborda o sucesso de Isaltino Morais nas eleições autárquicas, ao ser novamente eleito para a presidência da Câmara de Oeiras. O título é claro o suficiente: “Isaltino, o presidente corrupto que os portugueses adoram”.

O jornalista começa por fazer uma comparação entre Isaltino e o Super Homem, aludindo aos cartazes da campanha do autarca que continham a mensagem “Isaltino Voltou”. Javier questiona “Como se podem ganhar umas eleições autárquicas dizendo que voltas se não és o Super Homem?”.

A comparação continua com os resultados, dizendo que “depois de contados os votos, se Isaltino não é o Super Homem, parece. Isaltino Morais conseguiu no domingo passado 42 por cento dos votos”.

“Isaltino voltou ao seu rico município, sem que os problemas com a justiça o evitassem”, pode ler-se no artigo, fazendo referência aos 44 recursos apresentados pelo autarca na justiça e à condenação final a dois anos de prisão, em 2013.

O El País intitula ainda Isaltino de “frauderman” e termina o artigo com uma comparação à Frelimo, partido no poder em Moçambique.

“Longe de Oeiras, nos mesmos dias das eleições, o partido que governa Moçambique, ex-colónia portuguesa, a Frelimo, dizia que os corruptos do partido não deviam ser ostracizados, muito pelo contrário, era necessário reintegrá-los. Isaltino é o grande integrado de Portugal”.

 


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir