Cultura

Iron Maiden assumem plágio e pagam 620 mil euros

Os Iron Maiden vão pagar 620 mil euros, num acordo extrajudicial, depois assumirem plágio: o icónico tema ‘Hallowed Be Thy Name’, de 1982, estava sob suspeita há anos, em virtude das inúmeras semelhanças com ‘Life’s A Shadow’, de 1974, autoria dos britânicos Beckett.

Chega ao fim um processo com assunção de culpa. Os Iron Maiden assumem que ‘Hallowed Be Thy Name’, do álbum ‘The Number Of The Beast’, resulta de um plágio de um tema dos Beckett.

Steve Harris e Dave Murray, dos Iron Maiden, tinham sido processados Barry McKay, empresário da banda Beckett, que acusava os membros da icónica banda de terem copiado versos do original, escrito oito anos antes.

E as semelhanças são inegáveis.

“Mark my words my soul lives on / Please don’t worry cause I’ve have gone / I’ve gone beyond to see the truth  / While I consider my new youth / When your time is close at hand / Maybe then you’ll understand / Life down there is just a strange illusion​​​​​​​”

[letra de ‘Life’s A Shadow’, dos Beckett].

“Mark my words believe my soul lives on / Don’t worry now that I have gone / I’ve gone beyond to seek the truth / When you know that your time is close at hand / Maybe then you’ll begin to understand / Life down there is just a strange illusion”

[letra de ‘Hallowed Be Thy Name’, dos Iron Maiden].

“Em virtude valores crescentes e das taxas legais de um processo em tribunal, entendemos ser de bom senso chegar a um acordo, que representa uma fração do que era pedido no processo”, assume a banda.

O baixista Steve Harris assumiu que assistiu a um concerto dos Beckett, em 1973, e que um dos seus álbuns preferidos pertence àquela banda britânica.

Em resultado deste processo, ‘Hallowed Be Thy Name’ deixa de constar dos temas que a banda vai levar a concerto.

Mas ‘Life’s A Shadow’ pode ter inspirado os Iron Maiden noutros temas.

Veja o vídeo.


Mais partilhadas da semana

Subir