Tecnologia

iPhone 5 afinal é iPhone 4S: Apple desilude e cai na bolsa…

iphone4s_phil_shillerO mundo aguardava o iPhone 5 da Apple, mas surge o iPhone 4S. Até a primeira aparição de Tim Cook, no lugar de Steve Jobs, aumentou o entusiasmo. Mas todas as expetativas foram goradas. E a queda em bolsa das ações acaba por ‘materializar’ a desilusão dos fãs da marca. No entanto, nem tudo é mau…

O novo iPhone 5 estava prestes a surgir. As publicações da especialidade levantavam o véu sobre o novo smartphone, na estreia de Tim Cook como CEO da Apple, e o entusiasmo dos fãs era grande.

Mas a ‘cerimónia’ de apresentação da quinta versão do iPhone acabou por ser uma perfeita desilusão. Phil Shiller, vice-presidente da empresa, apresentou o iPhone 4S, com a marca a guardar na gaveta o iPhone 5.

O sentimento dos estusiastas acaba por ser expressado em números. Um 4S em vez de um 5 representou a queda na bolsa, reveladora também das conclusões dos investidores: antes da apresentação, a ações valorizaram. Após o evento, caíram quatro pontos. Mas, vamos ao produto.

Nem tudo foi mau nesta apresentação. É que o 4S acaba por trazer praticamente todas as inovações previstas para o iPhone 5. E esse será o aspeto mais relevante. Um processador A5, de dois núcleos, tal como o iPad 2, gravação e vídeo com alta-definição e uma câmara fotográfica de oito megapixels.

Duas antenas internas para enviar e receber dados, ao nível dos smartphones 4G, e compatibilidade com GSM e CDMA. Outra inovação é a capacidade de 64Gb em estreia num smartphone. Os comandos através da voz, que se previram para o iPhone 5, surgem nesta versão apresentada ontem na Califórnia. 

Sete países terão o iPhone 4S à venda a partir de 14 de outubro. Mais 22 recebem-no no dia 28. Mas só à terceira Portugal (juntamente com outros 70 países) entra nas contas da Apple, que disponibiliza o novo iPhone no final do ano.

Mais partilhadas da semana

Subir