Mundo

Idosa queixa-se de discriminação por ser lésbica

Uma norte-americana voltará a tribunal para reclamar de uma alegada agressão que terá sofrido num lar de idosos por causa da sua orientação sexual. A mulher já lhe viu negada razão em tribunal, no ano passado, mas entende que o caso deverá ser novamente analisado.

Marsha Wetzel, de 70 anos, queixa-se de ter sofrido agressões físicas e psicológicas num lar de idosos, em Chicago, nos EUA.

“Tenho ouvido todo o tipo de termos homossexuais com conotação negativa. Já fui agredida mais do que uma vez”, revelou Marsha Wetzel, em declarações citadas pelo jornal Metro UK.

E prosseguiu: “Ficas com tanto medo que nem dormes, nem comes. Não queres tomar banho, não te queres vestir.”

A mulher mudou-se para um lar em Glen St. Andrews, em Niles, após a sua companheira ter falecido, no ano de 2013.

Mais partilhadas da semana

Subir