Motores

Hugo Araújo e David Saraiva vitoriosos em Silverstone

DavidSaraivaSilverstone1

Hugo Araújo e David Saraiva iniciaram a temporada do troféu Super Seven by KIA da melhor maneira, obtendo uma vitória em cada uma das corridas disputadas este sábado em Sikverstone.

Na primeira corrida, Araújo liderou do início ao fim e alcançou uma vitória categórica e cheia de significado. Na segunda corrida Saraiva quase imitou o bracarense. Aproveitou o excelente arranque para assumir o comando e alcançar o primeiro triunfo do ano.

Para Hugo Araújo o foi o regresso, quatro anos depois, ao palco onde esteve muito perto de vencer a GT Academy e não escondeu a emoção quando viu a bandeira de xadrez e ocupava a primeira posição.

Eduardo Leitão ficou no segundo posto, depois de ter perdido tempo precioso no início da corrida, enquanto José João Magalhães se estreou no Super 7 by Kia com um pódio. O piloto protagonizou uma batalha intensa com José Carlos Pires e Sérgio Saraiva e acabou mesmo por levar a melhor.

HugoAraujoSilverstone2

Na categoria Business Tiago Carvalho venceu e Luís Calheiros Ferreira começou 2016 com o pé esquerdo. Deu um toque com o Super 7 e nunca mais teve o carro capaz de discutir de igual para igual as posições com a concorrência. Nesta contenda houve apenas uma desistência, a de Nuno Pires, que ficou sem acelerador no Super 7 porque o cabo se partiu.

Já na segunda corrida, David Saraiva quase imitou Araújo. Aproveitou o excelente arranque para assumir o comando e alcançar o primeiro triunfo do ano. Pelo contrário, Nuno Santos teve uma má partida, perdeu posições e passou a prova a recuperar na classificação até ser segundo.

O terceiro posto voltou a ser extremamente renhido. Desta vez, José Carlos Pires levou a melhor perante JJ Magalhães, Nuno Pires e Luís Lisboa. Este último acabou por cometer um erro e perdeu o grupo. Nuno Pires e JJ Magalhães tocaram-se e foram penalizados. O primeiro com um pião, mas ainda recuperou ao quarto posto. O segundo foi mesmo forçado a desistir.

Destaque para Ricardo Leitão que a determinado momento da corrida era 11º, subiu na classificação para se imiscuir na guerra pelos últimos lugares do pódio mas não foi além do quinto lugar. Na categoria Business, Tiago Carvalho voltou a ganhar enquanto Luís Calheiros Ferreira se limitou a correr para ganhar ritmo pois não tinha o seu Super 7 em condições.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir