Saúde

Hospital de Santo António inova no tratamento da hipertensão

Centro Hospitalar do Porto desenvolve técnica de desenervação renal pioneira, para tratar doentes com hipertensão arterial (HTA) resistente a medicamentos (pacientes que, apesar do tratamento com três ou mais fármacos anti-hipertensivos, continuam com níveis elevados de pressão arterial).

A HTA é uma doença extremamente perigosa e que afeta centenas de milhões de pessoas em todo o mundo. Os doentes cuja pressão arterial permanece descontrolada enfrentam um aumento do risco cardiovascular.

Hoje, no Hospital de Santo António, dois doentes foram submetidos a esta técnica minimamente invasiva através de cateterismo, passando esta unidade a fazer parte de um pequeno, mas crescente número de hospitais na Europa que disponibilizam o procedimento.

“Estamos muitos entusiasmados por iniciar esta técnica e por disponibilizarmos aos nossos doentes esta abordagem inovadora no tratamento da HTA resistente”, afirma Henrique Cyrne de Carvalho, responsável pela Unidade de Cardiologia de Intervenção do Hospital de Santo António.

“A desenervação renal e o tratamento contínuo com anti-hipertensivos garantem aos pacientes com HTA resistente a oportunidade de controlar os seus níveis de pressão arterial.”

Em Portugal, quase metade da população tem hipertensão, sendo que em apenas 11 por cento destes a doença está controlada, segundo dados da Sociedade Portuguesa de Hipertensão.

A técnica de desenervação renal é um procedimento minimamente invasivo que desativa os nervos simpáticos localizados nas paredes da artéria renal. O sistema consiste num gerador e num cateter flexível, que é introduzido através da artéria femoral dentro de ambas as artérias renais.

Uma vez no local, a ponta do cateter emite uma pequena energia sob a forma de radiofrequência, de acordo com um algoritmo proprietário, ou padrão, para assim proceder à redução da atividade da enervação renal, responsável importante no desenvolvimento da HTA. O procedimento não envolve um implante permanente.

Mais partilhadas da semana

Subir