Saúde

Hospitais podem poupar 804 milhões de euros

enfermeiroA melhoria da eficiência nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) permitiria poupar até 804 milhões de euros, o equivalente a cerca de 10 por cento dos custos totais do SNS, revelou um estudo orientado pela Escola Nacional de Saúde Pública e pela Universidade Nova de Lisboa para a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Segundo as conclusões prévias da investigação, apresentada ontem aos políticos responsáveis, “as oportunidades de melhoria de eficiência nos hospitais apontam para um potencial de redução dos custos em excesso estimada em cerca de 804 milhões de euros, o que representa 34 por cento dos custos do internamento, ou 21 pontos percentuais dos custos totais dos hospitais ou ainda perto de 10 por cento dos custos totais do SNS”.

Os dados conseguidos no estudo, que pretende fazer uma caraterização do desenvolvimento das despesas e dos custos do SNS, provam que “o grau de eficiência no SNS pode ser muito melhorado”, e que “é possível, sem comprometer o acesso dos doentes e aumentando a qualidade das respetivas prestações, realizar significativas poupanças na despesa pública”.

Portugal está numa época em que muitos hospitais ameaçam perder qualidade e serviços, devido aos cortes na despesa exigidos pela “troika”. Medidas no sentido de avaliar e responsabilizar os profissionais de saúde e os gestores, executar políticas de incentivos (positivos e negativos) e estimular mais transparência na informação prestada são algumas das melhores soluções apontadas por peritos da área da saúde.

Mais partilhadas da semana

Subir