Justiça

Homem arguido por maltratar 21 cães em Alfândega da Fé

Um homem de 45 anos residente em Alfândega da Fé, no distrito de Bragança, foi constituído arguido por alegados maus tratos a 21 cães que lhe foram retirados e recolhidos no canil municipal, divulgou a GNR.

Os militares da GNR deslocaram-se ao local na sequência de uma denúncia e constataram que os animais se encontravam subnutridos, sem condições de higiene e saúde, segundo informação das Relações Públicas do Comando Distrital de Bragança da GNR.

“Os militares realizaram uma ação de fiscalização, constatando que o denunciado possuía 21 canídeos, sem as condições básicas de bem-estar e alojamento”, indicou a fonte, em comunicado, explicando que “os animais encontravam-se já num estado bastante debilitado e subnutridos, sem água e alimentos, sendo ainda portadores de parasitas externos”.

O indivíduo foi constituído arguido por maus tratos a animais de companhia e ficou sujeito à medida de coação mais leve, o Termo de Identidade e Residência, enquanto aguarda o desenrolar do processo judicial.

Os 21 cães foram recolhidos do local e entregues aos cuidados do canil municipal de Vila Flor.

A ação contou com a colaboração do Delegado de Saúde e da Médica Veterinária Municipal, segundo ainda a GNR.

Mais partilhadas da semana

Subir