Motores

Henrique Chaves privado de um possível pódio em Paul Ricard

Não começou bem a temporada de Henrique Chaves no European Le Mans Series, que teve o seu arranque com a disputa das 4 Horas de Paul Ricard.

A estreia do jovem piloto português nas provas de protótipos poderia ter sido coroada de êxito se não fosse um adversário ter estragado a sua prova quando o Dallara P217 da AV Formula seguia na terceira posição. O toque danificou a jante e a suspensão traseira e obrigou Henrique a ir às boxes, perdendo aí várias posições. Terminaria num inglório 11º lugar.

Até ali a prova do Dallara # 30 estava a correr bem, tendo o companheiro de equipa de Henrique Chaves, o russo Konstantin Tereschenko feito o início da prova, que se não começou da forma ideal foi melhorando ao longo da corrida.

“O primeiro turno, não foi brilhante mas estávamos com alguma consistência de ritmo. Quando entrei em pista estava a ganhar posições sistematicamente e com um óptimo andamento. O ‘safety-car’ entrou em pista e na altura que saiu, estava eu no terceiro lugar, quando levo um toque na traseira do meu carro. Arrebentou com a jante, danificou a traseira e a suspensão. Fui às boxes, perdi muito tempo e daí em diante foi muito difícil levar o carro até ao final. Não sei para onde a roda traseira estava a apontar!! Por isso, ter terminado no 11º lugar acabou por ser um mal menor com tudo isto”, explicou Henrique Chaves.

A desilusão do piloto lisboeta é evidente: “É impossível não ficar frustrado. Fizemos um óptimo trabalho nos testes, temos vindo a evoluir e estava tudo no caminho certo para conseguirmos na estreia um pódio e, ver tudo isso ir por água abaixo deixa qualquer um de mau humor. Mas fica a certeza que temos um bom carro e bom andamento e como tal, é centrar atenções na próxima prova em Monza”.


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: