Fórmula 1

Para Hamilton a fiabilidade do novo Mercedes será crucial

Na apresentação da nova ‘arma’ da Mercedes para a nova temporada de Fórmula 1 Lewis deixou bem claro que vai precisar de um carro fiável para defender o título conquistado em 2017.

Com uma redução do número de componentes da unidade de potência V6 Turbo disponíveis em 2018, a fiabilidade será um fator importante. Um desafio que é colocado aos engenheiros para que desenvolvam o motor sem comprometer a durabilidade, que será posta à prova mais do que nunca, pois começam a ‘chover’ penalizações quando um piloto começar a usar mais do que as três disponíveis agora para toda uma época.

É por tudo isto que Hamilton está preocupado com a fiabilidade: “Penso que será duro para toda a gente este ano com as mudanças nos regulamentos. Isso vai ter uma tónica no meu trabalho, forçando-me a ser muito prudente com o motor. Temos de maximizar tanto quanto possível o que temos. A fiabilidade será mais do que nunca a chava. Mas sei que a melhor equipa trabalha bastante para nos assegurar que nos mantemos nas primeiras posições”.

“É um carro que nos empenhados em desenvolver ao longo do ano passado. Vemos que é uma evolução, tanto da forma como conduzimos como por parte da equipa. Sei isso porque me mantenho muito próximo dos meus engenheiros. Há características aerodinâmicas diferentes em comparação com o ano passado, mas retiramos o que estava bem do ano passado, para nos circuitos onde não estivemos tão bem podemos andar melhor. Por isso espero que tenhamos encontrado o compromisso que nos favorece na maioria das pistas”, considera ainda o Campeão do Mundo.

Lewis Hamilton baseia estas considerações em dados que possui, destacando a resolução de alguns problemas ao nível das suspensões ou das características do fundo do carro.

Mais partilhadas da semana

Subir