Tecnologia

Hackers roubam parte de código-fonte de antivírus Norton

symantec_1Grupo de piratas afirma que roubou os dados de sistemas indianos. Symantec descansa os consumidores afirmando que o código roubado pertence a versões que já foram descontinuadas.

É uma das maiores empresas do mundo em segurança informática mas nem por isso deixa de estar vulnerável a ataques de piratas. A Symantec, empresa criadora do Norton Antivírus, afirmou esta semana que parte do código-fonte deste sofware foi roubada por hackers. A informação é oficial. No entanto, a companhia norte-americana afirma também que o roubo não foi consumado a partir dos seus servidores internos.

Segundo informações do ‘Lords of Dharmaraja’, grupo que já reivindicou o ataque, foi roubada informação de sistemas militares da Índia, mas trata-se para já de um rumor apenas.

A Symantec já veio contudo descansar os seus utilizadores afirmando que o código roubado pelos piratas pertence a versões de antivírus que já foram descontinuadas. Desta forma, não está em causa a segurança de qualquer sistema atual.

Apesar de ser um dos mais utilizados do mundo, o Norton Antivírus é ao mesmo tempo um dos mais criticados. Se por um lado, parece por vezes não ser um sistema protetor capaz, talvez nenhum o seja é certo, por outro é também alvo de críticas devido aos recursos que retira aos computadores.

O nome Norton advém do fundador da Symantec, Peter Norton, que começou a construir a companhia de segurança informática em 1981. Atualmente, é uma das maiores empresas mundiais nesta área.

Mais partilhadas da semana

Subir