Nas Notícias

Há situações dramáticas com portugueses na Venezuela, admite Santos Silva

A grave crise na Venezuela tem deixado muitos portugueses em “situações dramáticas”, como reconheceu o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Em entrevista à RTP, o governante abordou a situação da comunidade portuguesa num país onde faltam bens e se tem assistido a pilhagens.

“Há situações dramáticas, sobretudo por causa da falta de acesso a medicamentos”.

“Esses são os casos mais dramáticos, até porque são os de mais difícil resolução”, acrescentou o ministro.

Face às “enormes dificuldades” dos hospitais venezuelanas, o acesso aos fármacos tem sido um dos principais problemas para a comunidade portuguesa.

Para “contribuir”, Portugal sugeriu à Venezuela que compre mais produtos farmacêuticos aos laboratórios nacionais, lembrando que há cinco que já exportam para aquele país sul-americano.

“Essa exportação pode aumentar”, insistiu Santos Silva.

Foi também proposta a criação de uma fábrica, com investimento de laboratórios portugueses, na Venezuela.

Mais partilhadas da semana

Subir