Mundo

Guterres pede que se evite situação “fora de controlo” no conflito sírio

O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu hoje no Conselho de Segurança que se evite uma situação “fora de controlo” na Síria, mas também que se evite um agravamento do sofrimento do povo sírio.

“Insto todos os Estados-membros [a] que mostrem moderação nestas perigosas circunstâncias”, disse Guterres, no início de uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, requerida pela Rússia, após os ataques realizados hoje de madrugada pelos Estados Unidos, em conjunto com o Reino Unido e a França, contra alvos na Síria.

A reunião, a quinta deste órgão de decisão máximo das Nações Unidas num período de uma semana, foi pedida pela Rússia, aliado tradicional do regime sírio, horas depois da realização dos ataques.

Pouco antes desta reunião, a Rússia distribuiu um projeto de resolução em que pede à ONU que condene a “agressão” armada ocidental contra a Síria.

Os EUA, a França e o Reino Unido realizaram hoje de madrugada uma série de ataques com mísseis contra três alvos associados à produção e armazenamento de armas químicas na Síria, em resposta a um alegado ataque com armas químicas na cidade rebelde de Douma, em Ghouta Oriental, nos arredores de Damasco. O presumível ataque químico foi realizado faz hoje uma semana.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: