Desporto

Gelson e Bruno Fernandes têm pré-acordo com o Benfica

O Benfica já tem um pré-acordo com Gelson Martins e Bruno Fernandes, jogadores que rescindiram com o Sporting nesta segunda-feira. Os dois internacionais “preparam-se para rumar em conjunto ao clube da Luz”, garante a CMTV. O PT Jornal apurou que as negociações decorrem desde o início de junho, altura em que Rui Patrício e Podence quebraram  os vínculos com os leões.

O PT Jornal está em condições de garantir que, além de Gelson Martins, há mais um ex-jogador do Sporting a caminho da Luz. A CMTV avança que se trata de Bruno Fernandes, que também deixou os leões.

Os encarnados avançaram, nas últimas horas, com negociações que visam a contratação de dois dos principais jogadores leoninos, que entregaram as cartas de rescisão em Alvalade nesta segunda-feira (juntamente com Bas Dost e William Carvalho).

E conseguiram estabelecer um pré-acordo com Gelson e Bruno e Fernandes. Luís Filipe Vieira reuniu-se com os representantes dos dois jogadores, conseguindo um acordo antes do início do Mundial.

Os valores destes negócios não são conhecidos, mas o jornal A Bola fala de um prémio de assinatura de quatro milhões de euros, só para Gelson Martins. Não obstante os jogadores estarem livres, as operações vão custar largos milhões aos cofres encarnados, entre prémios de assinatura, salários e comissões aos empresários.

“Vou cometer uma loucura. Há 25 anos brincaram connosco. Agora não brincam mais”, disse ontem o presidente encarnado, durante a Assembleia Geral de aprovação de contas.

Luís Filipe Vieira referia-se às rescisões de Pacheco e Paulo Sousa, no célebre ‘verão quente’, em que os leões quase desviaram João Vieira Pinto da Luz para Alvalade.

Numa altura em que o Benfica atravessava uma crise, em 1993, Sousa Cintra aliciou as jóias da coroa encarnada, conseguindo mesmo contratar Paulo Sousa e Pacheco. Vieira Pinto foi resgatado e não assinou pelo Sporting – viria a fazê-lo mais tarde, quando Vale e Azevedo alegou justa causa para avançar para a rescisão.

Mais partilhadas da semana

Subir