Nas Redes

Funcionários públicos atropelam lobo ibérico e tiram fotos com o cadáver

Um funcionário público espanhol está a causar revolta nos dois países ibéricos por tirar fotos com o cadáver de um lobo ibérico, uma espécie extinta em Portugal e que agora se tenta reintroduzir.

A denúncia foi feita pela Associação para a Conservação e Estudo do Lobo Ibérico (ASCEL) espanhola, que aponta o dedo a “alguns funcionários públicos” que tiraram fotos com um lobo ibérico atropelado instantes antes.

“Alguns trabalhadores, subcontratados com dinheiro público, aparentemente atropelaram um lobo ibérico em Aguilar de Campo, Palencia”, destacou a ASCEL: “Um deles, pelo menos, dedicou-se a posar desta maneira com o animal. Desconhecemos as razões. Regozijo privado/público? Recordação pessoal? Uma selfie posando feliz?”

“Outras reações que possam ter tido os ditos trabalhadores (lamentar um possível excesso de velocidade, a ausência de uma condução com prudência numa zona de trânsito da vida silvestre, o auxílio a um animal que pode não ter morrido instantaneamente), não sabemos”, continua a denúncia.

“Não as vamos valorizar. Não é a nossa função. O que podemos fazer é divulgar o que aconteceu para que NÃO se volte a repetir, na medida do possível”, acrescentou a ASCEL.

Os funcionários públicos já estão sob a alçada de um inquérito disciplinar, aberto pela Junta de Castilla y León.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: