Insólito

Funcionário da morgue teve relação com corpo de estrela do Big Brother

Oksana Aplekaeva tornou-se célebre por ter participado num reality-show russo. Foi assassinada em 2008, mas o homicida nunca foi encontrado. Uma nova pista levou a polícia a exumar o cadáver, o que conduziu a uma descoberta macabra.

Um funcionário de uma morgue foi despedido, na Rússia, depois de ter ficado provado que fez sexo com o cadáver de uma estrela do Big Brother russo, conta o Mail Online.

O homem, identificado como Alexander, foi visado como principal suspeito não pelo crime, mas por uma descoberta feita agora: o corpo tinha sido alvo de violação.

Depois de uma pista que poderia ter levado a polícia a deslindar o caso, o cadáver foi exumado. As autoridades verificaram que o cadáver tinha sido profanado e realizaram testes de ADN.

Esta diligência permitiu confirmar que o funcionário da morgue manteve uma relação sexual com o cadáver.

Os atos remontam a 2008, mas Alexander, de 37 anos, ainda trabalhava na mesma morgue, sendo agora despedido.

Oksana, uma das estrelas do reality show russo, foi assassinada em 2008 e o seu corpo foi encontrado por um camionista, na berma de uma estrada.

A polícia não sabe se o ato de Alexander foi isolado, mas reitera que o funcionário não é o homicida que as autoridades ainda procuram.

Mais partilhadas da semana

Subir