Sociedade

Fraude invade correios eletrónicos com promessa de empregos de sonho

computador_trojanBitDefender deteta nova fraude através do e-mail: a oferta de um emprego em regime de part-time, tentando iludir os utilizadores a conseguir ganhos entre 500 e 1200 dólares logo na primeira semana de trabalho.

O e-mail usa como chamariz o título “This thing changed my life” (“Isto mudou a minha vida”) e convida os utilizadores a lerem uma pequena mensagem e depois a clicarem num link que vem incluso com a mesma. Pode pensar-se que esta é uma fraude há muito utilizada, mas nos tempos que correm, em que muita gente procura um novo emprego com urgência, é fácil encontrar quem nela caia.

Depois de clicar no link o utilizador é redirecionado para uma página que imita a secção financeira de um jornal e onde consta apenas um artigo, mas que é utilizado para fortalecer a confiança na notícia. Este artigo apresenta histórias de sucesso de outros empregados, cujas vidas mudaram completamente depois de terem aceitado esta oferta.

A vítima fica também a saber, através do artigo, que o candidato ideal não precisa de experiência, estudos ou quaisquer outras credenciais que são, por norma, essenciais numa entrevista de emprego. O único pré-requisito exigido é ter um computador com ligação à Internet. A formação inicial é gratuita e, claro, o número de vagas é muito limitado.

Esta página aponta depois para um formulário no qual os candidatos terão que indicar alguma informação pessoal, incluindo a direção de correio eletrónico e número de telefone. Esta informação parece ser um dos objetivos dos scammers. Sendo que o principal intuito é o de conseguir dinheiro através de um pagamento inicial que se pede aos candidatos quando estes preenchem o formulário.

Quando preenche o formulário pela primeira vez, o candidato “beneficia” de um desconto, sendo-lhe requerido que pague uma taxa de 4.97 dólares, em vez dos 39.97 dólares que é “normal”.

Se o utilizador sair da página e tentar entrar outra vez na mesma, ser-lhe-á pedido que pague 19.97 dólares, uma vez que a oferta anterior era limitada e já terá caducado. Esta informação e o facto de que a oferta termina no próprio dia, são usadas como forma de manter os utilizadores ansiosos e até levá-los a convencer outros utilizadores a registarem-se na oferta de emprego para beneficiar desta oferta.

O formulário parece ser fiável ao exigir a validação através de um certificado digital, o que leva os utilizadores a acreditarem que é uma empresa fidedigna. Esta é, pois, uma boa altura para que os utilizadores revejam tudo o que sabem sobre certificados digitais: enquanto que o método de pagamento é legítimo, o propósito não é, visto que todo este dinheiro acaba nos bolsos dos scammers e não será oferecido nenhum emprego bem pago a nenhum dos candidatos.

Contudo, o certificado apenas autentifica a identidade do scammer, e não a legitimidade da transação. Ao pagar essa taxa, o utilizador está a “doar” dinheiro a um estranho, iludido por uma falsa promessa.

Os scammers investem algum tempo e esforço para tornar estas fraudes credíveis, uma vez que o modelo não é novo. Este tipo de ondas de spam aparece duas a três vezes ao ano, mas é reinventada de cada vez que surge.

Mais partilhadas da semana

Subir