Mundo

Filipinas: Menina violada e enterrada viva consegue libertar-se e apresentar queixa

enterrarMenina com 10 anos enterrada viva, depois de violada e violentada. Acabou por conseguir libertar-se da terra e apresentou queixa contra o autor destes crimes. Esta história macabra, nas Filipinas, ocorreu no passado domingo e prosseguiu com a detenção do homem, por parte da polícia de Magpet.

Nem a fraqueza psicológica de uma violação impediu esta brava criança de lutar pela vida, de forma corajosa e persistente, depois de uma série de crimes que começaram com agressões, violação, mais agressões, tentativa de homicídio e enterro da menina.

Esse homicídio só não foi consumado por esta menina de 10 anos conseguiu libertar-se das terras, depois de enterrada viva. ‘Ressuscitou’ e apresentou queixa contra o autor das barbaridades: um primo seu, de 21 anos.

Dennis Quilatonde deixou a criança sem sentidos, depois de a violar e agredir na cabeça, no que julgou ter sido um homicídio. No entanto, a sua pequena prima estava viva, apesar de ter perdido os sentidos. O criminoso abandonou o local. Inicia aqui o heroico salvamento.

Segundo o chefe da polícia de Magpet, no sul das Filipinas, a menina recuperou os sentidos e libertou os membros. Ainda enfraquecida, conseguiu soltar-se do enterro a que foi submetida, sem dó nem piedade.

Manteve uma réstia de forças para chegar até casa. Aí, denunciou o primo e com a ajuda de amigos e familiares apresentou-se perante o inspetor local, Roberto Ocumen, para apresentar queixa. As autoridades relataram os pormenores dos crimes aos jornais.

O suspeito Dennis Quilatonde foi imediatamente detido pela polícia, que o mantém sob custódia. Nesta segunda-feira, será presente a juiz.

Mais partilhadas da semana

Subir