Motores

Félix Rosenqvist sem o sentimento de ter ganho em Hong Kong

Apesar de sair da segunda corrida de Fórmula E em Hong Long como vencedor, Félix Rosenqvist admite que ficou com a sensação de não ter ganho verdadeiramente. Daniel Abt foi o primeiro sobre a meta com um monolugar não conforme ao regulamento, e por isso foi desclassificado.

Rosenqvist ultrapassou um pião no começo da prova para terminar logo atrás de Abt, cujo monolugar ultrapassou a potência máxima autorizada, fixada nos 180 kW.

“Não seio o que sucedeu. Tive dificuldades com os meus travões ao longo da prova, e bloquei o eixo traseiro. Não podia recuperar o carro”, afirmou o sueco da Mahindra referindo-se ao pião inicial. O percalço não foi suficiente para travar o Campeão da Europa de Fórmula 3 de 2015.

“Este foi um fim de semana especial. Honestamente não me lembro da última vez que venci tantas emoções em dois dias. Isso prova que tudo pode acontecer no automobilismo. Tenho pena pelo Daniel. Ele ganhou na pista. Não é a forma como se gosta de ganhar uma prova e não sinto que ganhei verdadeiramente. Mas estou contente pelos pontos”, afirmou Félix Rosenqvist após a primeira ronda da quarta época da Fórmula E.

Ainda assim o sueco considera que se percebeu que a equipa tem potencial para se bater pelas primeiras posições na restante temporada, apesar de isso não ter sido evidente antes do fim de semana: “Não tínhamos uma ideia precisa quanto ao comportamento do Mahindra M4 numa pista de cidade até agora, mas conseguimos um andamento suficiente para sermos competitivos. Claro que cometemos alguns erros, mas muitas coisas correram bem. Estamos prontos para nos batermos pelos campeonatos de pilotos e equipas”.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir
error: