Desporto

FC Porto pode quebrar pacto de não agressão ao Sporting

O FC Porto poderá quebrar o acordo estabelecido com o Sporting, no qual os dragões garantiram que não iriam contratar qualquer jogador leonino que rescindisse contrato. Em causa está um alegado assédio do clube de Alvalade ao jogador de hóquei portista Hélder Nunes, à revelia dos dragões.

Um responsável do Sporting terá feito uma abordagem, no sentido de contratar Hélder Nunes, uma das jóias do hóquei em patins portista. Pinto da Costa não gostou e, segundo avança o jornal Record, ligou a Bruno de Carvalho, para pedir esclarecimentos.

Esta alegada tentativa de assediar Hélder Nunes pode deitar por terra o ‘pacto de não agressão’ portista. Recorde-se que Pinto da Costa fez saber que não iria contratar qualquer futebolista do Sporting que rescindisse contrato, promessa feita depois de Rui Patrício e Podem quebrarem o vínculo com os leões.

Entretanto, Bruno Fernandes, Gelson Martins, William Carvalho e Bas Dost também apresentaram rescisão e estão livres para assinar.

O Benfica já está no terreno, sem concorrência interna. Mas esse cenário pode ser alterado.

Recorde-se que, através de Francisco J. Marques, em maio, os dragões garantiram um comportamento ético irrepreensível.

“O FC Porto não irá aproveitar-se do momento de fragilidade do Sporting para tirar partido de rescisões de contrato, algo que nunca faria”, disse.

O responsável valou em “razões de ética desportiva”, “que vem de há décadas”, e criticou o Benfica.

Francisco J. Marques revelou que Pinto da Costa comunicou ao Sporting que “não tinha de se preocupar”. Esse cenário pode mudar, depois do episódio que envolve o hoquista.

Mais partilhadas da semana

Subir