Mundo

Falsa vítima de atentado recebeu 25 mil euros e acabou detida

Uma mulher de 48 anos que se fez passar de vítima dos atentados de Paris, a 13 de novembro de 2015, e que recebeu 25 mil euros de indemnização foi detida esta terça-feira.

A alegada vítima, de 48 anos, vive nos arredores da cidade de Paris sendo que é, desde há um ano, funcionária da associação de vítimas Life for Paris.

Tendo já sido condenada por fraude em três ocasiões, a visada reconheceu os factos e será julgada na quarta-feira, afirmou o procurador de Créteil, localidade a leste de Paris.

“No total, recebeu 25 mil euros” precisou o procurador, sendo que esse montante dizia respeito a Fundos de garantia das vítimas de terrorismo e outras infrações (FGTI).

“Ela forjou documentos falos a partir de documentos da associação e pelos quais conseguiu obter vantagens reservadas às vítimas dos atentos”, explicou também o procurador.

A trabalhar para a associação de vítimas dos atentados Life for Paris, primeira como voluntária e depois como empregada assalariada, a mulher conseguiu forjar os documentos necessários.

Ao todo, precisa o FGTI, 11 pessoas foram condenadas por tentativa de fraude entre 21 de novembro de 2016 e 1 de dezembro de 2017.

A 13 de novembro de 2015, uma série de atentados em Paris e Saint-Denis provocaram a morte a 130 pessoas, tendo feito centenas de feridos.

Mais partilhadas da semana

Subir