Insólito

Fábrica de Viagra suspeita de deixar homens da vila excitados (e cães também)

A pequena vila de Ringakiddy, na Irlanda, tem vindo a surgir nas notícias nos últimos dias devido à fábrica do Viagra. Há suspeitas e acusações de que “o viagra no ar” tem deixado os homens em permanente estado de excitação. “Até os cães andam excitados”, dizem.

“Há anos que estamos a levar com os fumos”, lamentou uma moradora, Sadie O’Grady, em declarações ao The Sunday Times.

“Um cheirinho e ficas duro”, acrescentou a filha, Debbie O’Grady.

A fábrica do Viagra, o famoso medicamento para a impotência masculina, começou a laborar em 1998. Nos primeiros tempos, as suspeitas sobre “os fumos do amor” não passavam de conversa de café.

Os dados da natalidade podem, no entanto, dar razão aos moradores. Desde a instalação da fábrica que Ringakiddy tem assistido a um ‘baby boom’.

“É um mito urbano. Tem piada, mas é um mito”, garantiu o porta-voz da Pfizer, a farmacêutica que produz o Viagra.

“Os nossos processos de fabrico envolvem a mais sofisticada tecnologia e são regularmente inspecionados”, acrescentou.

Mas até quem emigrou e agora voltou à vila, como Fiona Toomey (após cinco anos nos EUA), se queixa.

“Até os cães andam por aí em permanente estado de excitação sexual. Suspeito que deve haver infiltração de Viagra na rede de água. Deve ter acontecido logo nos primeiros tempos, antes da fábrica ficar sob vigilância das autoridades devido às queixas das pessoas”, acrescentou Fiona Toomey.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir