Insólito

Excesso de transparência no mais recente tesourinho das autárquicas

Os políticos que prometem transparência correm um grave risco na campanha: não conseguirem passar a mensagem, como aconteceu no mais recente tesourinho das autárquicas.

Foi o que aconteceu a Carlos Bastos, candidato independente à Junta de Freguesia de Fiães: tanto insistiu na “transparência” que parte da palavra ficou ilegível, transparecendo a árvore que devia servir de fundo.

Mais partilhadas da semana

Subir