Internacional

Estrela do Big Brother dada como morta… está viva

A brasileira Rebekah Shelton, transgénero que se tornou famosa por ter participado na nona edição do Big Brother do Reino Unido, gravou um vídeo a desmentir a própria morte. A atriz revela que a sua conta do Twitter foi atacada e que todos os tweets sobre a sua morte eram falsos. O caso corre para a justiça. Veja o vídeo.

A notícia correu mundo: ‘Rebekah Shelton morreu de forma inesperada aos 32 anos’, escreveram diversos jornais, sobretudo tabloides britânicos, que se basearam numa informação publicada na conta oficial do Twitter da brasileira.

Diversos tweets davam conta da morte da atriz, que se tornou famosa depois de participar na nona edição do Big Brother, no Reino Unido, em 2009, antes de mudar de género. Mas essa morte nunca ocorreu.

“A nossa querida e amada Rebekah morreu inesperadamente, na noite de quarta-feira. Pedimos que respeitem a privacidade da família”, podia ler-se, numa dessas publicações falsas.

Segundo a versão da própria, o autor dos tweets está identificado.

“Alguém usou minha conta no Twitter para divulgar declarações estúpidas a meu respeito. Essa pessoa não consegue aceitar o facto de eu estar feliz. Estou na Arábia, de férias. E não estou morta”, garantiu.

“Eu não estou morta. Parem de divulgar essa notícia. O meu advogado já está a trabalhar nesse processo e o autor dessa mentira, que quer estragar minha felicidade, vai pagar por tudo”, insistiu Rebekah Shelton.

A imprensa britânica foi obrigada a dar o dito por não dito, corrigindo a informação.

Veja o vídeo:


Mais partilhadas da semana

Subir