Sociedade

Estradas portuguesas palco de 15 mortos entre 1 e 7 de dezembro

acidente1Dados relativos à mortalidade nas estradas indicam que 15 pessoas morreram nos primeiros sete dias do mês de dezembro, a uma média de dois mortos por dia. O número total de perdas humanas em acidentes rodoviários aumentou para 646 em 2011, o que está aquém do total verificado no ano anterior.

Morreram duas pessoas por dia nas estradas, vítimas de acidentes rodoviários, segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, que acumula os dados da Polícia de Segurança Pública e da Guarda Nacional Republicana.

Segundo registos da PSP, entre os dias 1 e 7 de dezembro perderam a vida 13 pessoas. Já a GNR contabiliza dois mortos nas estradas, em igual período. Relativamente a feridos graves, os indicadores apontam para 40 pessoas – oito confirmados pela PSP e 32 pela GNR.

Atualizando os números de 2011, que a autoridade nacional regista, verifica-se que há menos 40 mortos do que em 2010. Os números dizem respeito a Portugal Continental, entre o dia 1 de janeiro e 7 de dezembro. Há já 646 mortes, número que em 2010 era superior: 686 vidas perdidas nas estradas portuguesas.

Mais partilhadas da semana

Subir