Política

Estado gasta 30 milhões de euros com ‘descontos’ na eletricidade e gás

Os cofres do estado irão ficar 30 milhões de euros mais pobres. Este será o custo que o Orçamento do Estado terá com as deduções na eletricidade e no gás para as famílias com baixos rendimentos e que consomem pouco.

Estes valores foram adiantados pelo secretário de Estado da Solidariedade e Segurança Social, aquando das jornadas parlamentares do PSD, que decorrem no Fundão.

Marco António Costa afirmou que se tratam de “medidas discriminatórias positivas que custarão ao Orçamento do Estado 30 milhões de euros”.

Hoje, o ministro da Solidariedade e Segurança Social, Pedro Mota Soares, apresenta o Programa Social Extraordinário ao Consumidor de Energia (ASECE). Esta medida, que integra o Programa de Emergência Social, pretende atenuar a subida do IVA de seis para 23 por cento.

Segundo contas efetuadas pelo governo, cerca de 700 mil famílias poderão ver o valor das suas faturas da eletricidade reduzido. No caso do gás, 150 mil famílias poderão beneficiar dos ‘descontos’.

Tudo indica que haverá reduções de seis por cento na fatura da luz e de dois na do gás natural, avançou o ‘Jornal de Notícias’.

Mais partilhadas da semana

Subir