Europa

Escola do Reino Unido gera polémica com regra sobre comprimento das unhas

Uma escola em Staffordshire, no Reino Unido, está no epicentro de um polémica depois de o diretor impor uma regra que limita o comprimento das unhas dos alunos.

A Rawlett School, em Tamworth, está envolta em polémica depois do diretor, Tim Basset, ter enviado uma nota aos pais dos alunos onde informava que estes deveriam ter as unhas com o máximo de 1,5 centímetros, medidos a partir da “cutícula ou próximo”.

A nota esteve repleta de ‘obrigações estéticas’ que, além do comprimento, apelava a que os alunos usassem cores “neutras ou calmas” de forma a “assegurar a consistência” e a “limitar o conflito”.

As normas impostas por Tim Basset tem sido muito difundidas e discutidas nas redes sociais, com os pais dos alunos a considerarem-nas “bizarras” e “mesquinhas”.

De acordo com o jornal The Independent, há vários comentários negativas acerca da escola.

James Mortimer escreveu que “mais uma vez, a Rawlett School provou que está mais preocupada com a aparência dos seus alunos do que com a educação”.  Ao seu lado, há quem questione “quem no planeta terra andará a medir o tamanho das unhas das crianças?”.

A Rawlett School é uma escola secundária que tem cerca de 960 alunos, com idades entre os 11 e os 16 anos.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir