Desporto

Equipa do Sporting “tem andado a enganar os adeptos”, diz Hélder Amaral

No rescaldo da vitória na Liga Europa, Hélder Amaral, político e comentador afeto ao Sporting, teceu considerações polémicas, no programa Liga D’Ouro, da CMTV. Acusa a equipa de ser “pouco comprometida”, de “andar a enganar os adeptos”. O deputado do CDS compara os insucessos do futebol com o sucesso das outras modalidades, diz que que “com os senhores do futebol a coisa é difícil” e que “há jogos em que a equipa B jogaria melhor”. Há elogios para Bruno de Carvalho e críticas a outros dirigentes, numa viagem por um passado em que perder em Alvalade não deixava nenhum dirigente chateado.

“Esta equipa tem andado a enganar-nos, porque vale muito mais do que mostrou no campeonato. Se jogasse assim, já éramos campeões”, começa por afirmar, num comentário à exibição desta quinta-feira, em Alvalade, na Liga Europa.

O Sporting venceu o Atlético Madrid por 1-0, mas foi eliminado. Apesar da despedida das competições europeias, deixou uma boa imagem.

“O Sporting faz uma belíssima exibição. Jogou como eu já não via há muito tempo. O que quer dizer que há mérito do presidente do Sporting, que pôs esta equipa a jogar futebol. E há outra prova: esta eliminatória foi perdida em Madrid”, considera Hélder Amaral.

O sportinguista considera que crise interna do clube “só pode” ter influenciado positivamente a equipa. E atribui mérito a Bruno de Carvalho.

“O presidente do Sporting tem alguma razão. A equipa é pouco comprometida. O Sporting tem episódios em que, conhecendo eu Bruno de Carvalho como conheço, não sei como é que esta crise não surgiu mais cedo… Há jogos em que a equipa B jogaria melhor”.

O comentador faz um paralelo com as modalidades ditas amadoras, onde o Sporting tem apresenta bons resultados. E elogia Bruno de Carvalho:

“Ele fez o mesmo na equipa de andebol e o andebol melhorou, fez isso no hóquei e o hóquei está à frente, fez isso no futsal e a equipa é imbatível. Mas coitados desses jogadores; ninguém sabe quem são, ninguém lhe liga nenhuma… Nos senhores do futebol a coisa é difícil…”, afirma.

Hélder Amaral prossegue com críticas veladas aos jogadores do Sporting, para comprovar essa falta de compromisso.

“Tenho um desafio para os capitães do Sporting e para Jorge Jesus: se me conseguirem mandar três fotografias com o banco de suplentes a festejar um golo, eu peço desculpa aos jogadores. E tenho algumas dos bancos do Benfica e do FC Porto…”, diz.

Hélder Amaral conta um episódio onde foi a Alvalade, a convite do então presidente Dias da Cunha, e que o Sporting perdeu.

“Eu era o único chateado do camarote. Todos os outros estavam descomprometidos. Vou estar em silêncio”, conclui.

E este silêncio justifica-se com uma indignação implícita, pelos comentários dirigidos por alguns desses ex-dirigentes, nos últimos dias, com Bruno de Carvalho como alvo.

209Shares

Mais partilhadas da semana

Subir