Medicina

Equipa de cientistas consegue criar artificialmente um coração humano

Uma equipa de cientistas constituída por investigadores do Massachusetts General Hospital e da Harvard Medical School conseguiu criar um coração totalmente funcional de forma artificial.

A técnica foi transformar células de pele adulta em células estaminais e posteriormente em dois tipos de células cardíacas.

Segundo a revista científica ‘Popular Science’, a transformação só foi possível devido à aplicação de uma técnica denominada por RNA mensageiro e ao longo de duas semanas os cientistas introduziram no coração uma solução de nutrientes que permitiu que ocorresse um desenvolvimento muito semelhante ao que acontece na barriga de uma grávida.

No fim das duas semanas, o coração criado através deste método tinha um tecido humano muito parecido ao de um coração, começando mesmo a bater quando está em contato com eletricidade.

A equipa de cientistas quer acelerar o desenvolvimento deste coração artificial e encontrar maneiras para minimizar os riscos de ser rejeitado pelo corpo humano. Esta descoberta é um avanço histórico na medicina e o mais próximo que os cientistas tiveram de recriar um coração humano.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir