Nas Redes

El Corte Inglés atacado por criar crédito para venda de animais

A página do El Corte Inglés no Facebook está a ser ‘atacada’ por cidadãos indignados. O incidente ocorre após a divulgação, nas rede sociais, de uma alegada campanha de crédito, para compra de animais de estimação. A cadeia multinacional já reagiu, garantindo que está “a tomar as devidas medidas” e assegurando que “os animais merecem sempre o melhor tratamento”.

El Corte Inglés estará a financiar a compra de animais de estimação, oferecendo 12 meses sem juros. Medida que suscitou indignação junto dos seguidores de um projeto de resgate de animais de rua.

Uma foto denuncia o alegado financiamento. Junto a uma escada rolante daquele espaço comercial, anuncia-se um “financiamento” para compra de animais de estimação.

O El Corte Inglés garante até “12 meses sem juros”, com uma mensalidade mínima de 30 euros, numa promoção apenas disponíveis para compras acima dos 200 euros.

Trata-se de um produto de crédito comum, igual a tantos outros, mas que tem a particularidade de se destinar à compra de animais de estimação.

Ora, a compra de animais constitui uma luta das associações que se dedicam ao resgate de animais de rua. E por isso este crédito provocou revolta.

A denúncia é feita pela associação IRA – Intervenção e Resgate Animal, na sua página de Facebook.

“O El Corte Inglés a financiar a compra de animais de estimação. Contactados telefonicamente, confirmaram que o financiamento é somente referente a animais de estimação e não produtos para animais”, escreve a associação, que pede para que se partilhe “esta vergonha”.

Veja o post:

Entretanto, e perante a onda de críticas gerada pelo incidente, os gestores da página do Facebook reagiram:

“Queremos reforçar que, no El Corte Inglés, tudo fazemos para garantir que os animais merecem sempre o melhor tratamento. De qualquer forma, no seguimento dos comentários que recebemos e que mereceram toda a nossa atenção, já estamos a tomar as devidas medidas. Neste momento, estamos a recolher este material de comunicação e a analisar a situação internamente”, pode ler-se, numa das respostas a um comentário.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: