Local

Dois militares da GNR acusados de agredir mulher

O Ministério Público (MP) de Aveiro acusou dois militares da GNR de agredir uma mulher com socos e pontapés, em Ílhavo. O indicente remonta a fevereiro, mas a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto inforou a acusação esta segunda-feira.

A nota publicada na página oficial da PGD na internet relata que os acontecimentos tiveram lugar a 22 de fevereiro de 2017, quando dois militares foram chamados a um domicílio, em Ílhavo, para “atalhar desacatos que aí sucediam”.

A mesma nota dá conta que, “aí chegados, um dos arguidos reagiu à exaltação com que foi recebido por uma das contendoras, chamado-a a uma armazém reservado, desferindo-lhe socos e pontapés e insultando-a”.

De acordo com o MP, as situações decorreram com o conhecimento do “seu companheiro de patrulha”, pelo que os dois militares estão agora acusados de dois crimes de ofensa à integridade física qualificado.

Um dos militares responde também pela prática de dois crimes de injúria agravada.

Receba esta e outras notícias virais no seu e-mail todos os dias!


Vídeos em Destaque

Patrocinado

Newsletters PT Jornal

O que quer receber?

Mais partilhadas da semana

Subir