Nas Notícias

Deputado do CDS polémico: “Não basta um Presidente dar beijinhos no dói-dói “

Hélder Amaral, deputado do CDS, usou as redes sociais para um post polémico, onde defende que se tirem “ilações políticas” do incêndio de Pedrógão Grande. “Não basta um Presidente da República dar beijinhos no dói-dói e dizer que não há nada a fazer”, escreveu o parlamentar, num post no Facebook.

“Já chega de tragédias destas: não há falta de meios, nem há condições nunca vistas”, escreve ainda o deputado centrista, num post que gerou polémica e onde quis responsabilizar os políticos.

Neste raciocínio onde sugere que há responsabilidades políticas a retirar do incêndio de Pedrógão Grande, Hélder Amaral escreve mesmo que há partidos que não querem que a culpa “morra solteira”.

“Não basta um Presidente da República dar beijinhos no dói-dói e dizer que não há nada a fazer”, salienta ainda, numa alusão ao facto de Marcelo Rebelo de Sousa ter demonstrado o lado humano, quer nos atos quer nas palavras.

A origem do incêndio é rebatida pelo parlamentar, que encontra outros cenários semelhantes no passado, sem esta mortalidade.

“Já chega de tragédias destas: não há falta de meios, nem há condições nunca vistas. O vento, a temperatura e a humidade são similares aos registados em agosto do ano passado, ou no Caramulo, no fatídico verão de 2013”, defendeu Hélder Amaral.

O deputado considera que falta “prevenção” e culpa autarcas e bombeiros.

“Os senhores autarcas e os bombeiros sabem a floresta que têm. É obrigatório terem mapas de risco atualizados, e é fundamental levar muito a sério estes riscos”, sustenta.

O polémico post foi publicado no Facebook:


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir