Saúde

Custo das consultas e taxas moderadoras atinge triplo nos SAP e hospitais distritais

medico3Mais do que o dobro, assumido pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo, as taxas moderadoras e as consultas especializadas em hospitais distritais e nos Serviços de Atendimento Permanente vão ter um preço superior ao triplo. As urgências também apresentam um acréscimo superior ao dobro do custo que vigora até ao final do ano, segundo avança o Diário de Notícias.

Dos três euros, o custo de uma consulta num hospital distrital pode passar para 10 euros, sendo que nos hospitais centrais, o São João (Porto) e o Santa Maria (Lisboa) verificar-se-á um aumento do preço das consultas para mais do dobro – de 4,60 euros para os mesmos 10 euros.

Relativamente às urgências, o DN garante, citando fonte do Ministério da Saúde, que o preço definido será também 10 euros, o que contrasta com os 3,80 euros das taxas moderadoras atualmente cobradas.

Segundo afirmara o ministro da Saúde, haverá “mais de seis milhões de pessoas isentas do pagamento de taxas moderadoras”, o que, segundo Paulo Macedo, “é prova de que está facilitado o acesso ao Serviço Nacional de Saúde”.

Com o novo regime, refere Paulo Macedo, “quem puder pagar vai pagar mais” garantirá receitas que evitem perdas resultantes das isenções para “quem tem menos posses”.

Saiba se estará isento de pagar taxas moderadoras, ao abrigo das novas regras

Mais partilhadas da semana

Subir