Nas Notícias

“Cristiano é um estupor moral, não pode ser exemplo para ninguém”

Em entrevista ao Expresso, o antigo bastonário da Ordem dos Médicos, Gentil Martins, acusou Cristiano Ronaldo de ser “um estupor moral”, pela decisão de privar os filhos da presença da mãe biológica.

“O Ronaldo é um excelente atleta, tem imenso mérito, mas é um estupor moral, não pode ser exemplo para ninguém. Toda a criança tem direito a ter mãe”, defendeu o cirurgião, a quem coube o facto de histórico de fazer a primeira operação de separação de gémeos siameses, em Portugal.

Mas as críticas de Gentil Martins a Cristiano Ronaldo não se ficam por aqui. O cirurgião entende que “degradante” a opção do futebolista – que decidiu gerar mais dois privando-os da presença da mãe. “É uma tristeza”, defende.

Também Dolores Aveiro é visada nestas críticas. “Uma das grandes culpadas disto é a mãe dele. Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma”, afirma Gentil Martins.

À parte da questão de Ronaldo, o médico tece considerações polémicas sobre a homossexualidade.

“Trato-os como a qualquer doente e estou-me nas tintas se são isto ou aquilo… Não vou tratar mal uma pessoa que é homossexual, mas não aceito promovê-la”, afirmou.

Na mesma entrevista, considerou que a homossexualidade é “uma anomalia”, comparável aos “sadomasoquistas ou às pessoas que se mutilam”.

As palavras de Gentil Martins geraram uma onda de revolta crescente.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: