Desporto

Cristiano Ronaldo e os cânticos a Messi: “Estarem calados é a mesma coisa”

cristiano_ronaldo_barca_1De uma maneira sempre frontal, Cristiano Ronaldo abordou os cânticos de apoio ao craque argentino afirmando que lhe são indiferentes. Diz ainda que não pensa sair do Real Madrid, quando confrontado com a possibilidade de vestir a camisola do Paris Saint-Germain.

Em entrevista à TF1, cadeia televisiva francesa, Cristiano Ronaldo abriu o jogo em relação aos cânticos de apoio a Messi, que são ouvidos nas bancadas quase sempre que o internacional português atua em campos adversários.

Depois do gesto que ficou célebre no treino que antecedeu a partida frente à Bósnia, na primeira mão de do Playoff de acesso ao Campeonato da Europa, onde mostrou o dedo aos adeptos da casa, Cristiano Ronaldo diz que lhe passa tudo ao lado: “Gritarem por Messi ou estarem calados é a mesma coisa”, afirma, de uma forma direta, como tem sido costume ao longo da sua carreira.

CR7 abordou ainda uma possível saída futura do emblema de Madrid. Rumores apontam-no ao Paris Saint-Germain, clube francês que tem aberto os cordões à bolsa e que contratou na última época jogadores como Pastore, antiga estrela do Palermo: “É uma grande equipa mas não saio do Real Madrid”, disse Ronaldo, para depois falar ainda na questão da Bola de Ouro. Para o internacional português, não se trata de uma obsessão: “Sinto-me bem, o Real Madrid está bem e a minha seleção está apurada para o Euro. A Bola de Ouro não é uma prioridade”, concluiu.

O extremo dos merengues falou ainda no seu colega de equipa francês Benzema: “É um grande amigo e um grande jogador. Está a fazer golos importantes”.

O Real Madrid joga hoje a quinta jornada do grupo D da Liga dos Campeões frente ao Dínamo de Zagreb. A formação de José Mourinho já está matematicamente apurada para a próxima fase da competição.

Mais partilhadas da semana

Subir