Nas Notícias

Cristas: “Centeno e Benfica? Não gosto de falar sobre casos”

Assunção Cristas recusou comentar as investigações que o Ministério Público realizou na passada semana no Ministério das Finanças. A líder do CDS-PP não revelou se acha, ou não, que Mário Centeno fica numa posição mais frágil dentro do Governo mediante esta situação.

“Não gosto de falar sobre casos, sobre investigações, sobre processos, em qualquer fase que eles estejam”, começou por dizer Assunção Cristas, em declarações aos jornalistas.

No processo cujos contornos ainda não são conhecidos, mas onde alguma imprensa adianta que Centeno é suspeito de alegado recebimento indevido de vantagens por parte do Benfica, Assunção Cristas sublinha que fará apenas uma “avaliação política” e essa “tem que ver com aquilo que o ministro promete e não faz, com aquilo que o ministro diz que acontece e não acontece”.

“Interessa-me hoje sinalizar o facto de termos tido uma promessa de investimento público em 2017 que ficou muitíssimo longe de ser cumprida”, disse a líder centrista, no final de uma visita ao Porto de Setúbal, nesta segunda-feira.

O Correio da Manhã, recorde-se, adianta hoje que, se for arguido, Centeno poderá deixar o Governo.

A investigação do Ministério Público estará relacionada com uma alegada atribuição de isenção de IMI a um prédio da família de Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica.

Mais partilhadas da semana

Subir