Europa

Crânio humano mais antigo do mundo encontrado em Portugal

Uma equipa internacional de arqueólogos , liderada por João Zilhão, encontrou o fóssil humano mais antigo alguma vez encontrado em Portugal, um crânio com cerca de 400 mil anos, na gruta da Aroeira, no concelho de Torres Vedras, segundo avança a agência Lusa.

Foi apresentado esta terça-feira as conclusões da investigação na edição desta semana do boletim da Academia Nacional das Ciências dos EUA.

“Estudo estes locais há mais de 30 anos e já recuperámos muitos dados, mas a descoberta de um crânio humano desta idade e importância é sempre um momento muito especial”, declarou o líder da investigação.

Esta é a primeira vez que foi encontrado um fóssil humano do período Pleistoceno, que se estendeu desde há 2,5 milhões de anos até há 11,5 mil anos, num “local tão ocidental da Europa”.

“O crânio da Aroeira é o fóssil humano mais antigo já encontrado em Portugal e partilha algumas características com outros fósseis deste período descobertos em Espanha, França e Itália”, explicou o arqueólogo Ralf Quam, da universidade norte-americana de Binghamton.

A Península Ibérica foi apontada por Quam como “uma região crucial para compreender a origem e a evolução dos homens de Neandertal”, que se extinguiu há cerca de 40 mil anos atrás.

O fóssil será a peça central de uma exposição, durante o mês de outubro, no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa.

 

Mais partilhadas da semana

Subir