Cultura

Concerto dos Swedish House Mafia em Dublin manchado com um morto

swedish_house_mafia_1A confusão instalou-se durante atuação do trio sueco num festival em Dublin. Um espectador morreu e outras nove pessoas foram esfaqueadas. Organização diz que colocou segurança suficiente no recinto.

Tudo aconteceu no passado sábado. Em Dublin, durante um concerto dos Swedish House Mafia, instalou-se a confusão entre a multidão, com nove pessoas a serem esfaqueadas. As autoridades irlandesas já efetuaram a detenção do principal suspeito, um jovem de 23 anos que terá conseguido entrar no recinto com uma faca.

Entre os nove feridos estão três em estado grave. Um deles corre ainda risco de vida, visto que o seu estado de saúde é considerado crítico.

Num outro incidente, que segundo os responsáveis não tem qualquer ligação com os casos de esfaqueamento, um jovem de 20 anos morreu, tendo sido vítima de uma overdose, segundo relatam os organizadores.

Após o conhecimento dos casos, desde logo se levantaram criticas à organização do evento, que recusa a responsabilidade: “Todos os espectadores foram revistados à entrada. Tomámos todas as medidas, dentro do possível, mas nada é suficiente para combater este tipo de comportamentos”, afirmou um porta-voz da organização, à BBC.

O evento realizado em Dublin no passado sábado contou, além dos Swedish House Mafia, com as participações de nomes como Snoop Dog ou Calvin Harris.

Recorde-se que os três DJ’s que compõem a banda sueca, Steve Angello, Sebastien Ingrosso e Axwell, confirmaram recentemente que não vão continuar com o grupo. Os Swedish House Mafia atuaram o ano passado em Portugal, no festival Sudoeste TMN.

Mais partilhadas da semana

Subir