Nas Notícias

Comandantes exonerados voltam a ser nomeados para os cargos

O Chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, voltou a nomear os oficiais exonerados, após o assalto aos paióis de Tancos. A decisão resulta do facto de estarem “ultrapassadas as razões que justificaram a exoneração dos comandantes”.

“O Exército informa que os oficiais em causa foram nomeados pelo Chefe do Estado-Maior do Exército para os mesmos cargos, com efeitos a partir de 18 de julho de 2017”, pode ler-se num comunicado, citado pela agência Lusa.

A reintegração dos comandantes surge após as averiguações efetuadas, que concluíram que se encontram “ultrapassadas as razões que justificaram a exoneração dos comandantes”.

Em causa estão o comandante da Unidade de Apoio de Material do Exército, coronel Amorim Ribeiro, o comandante da Unidade de Apoio da Brigada de Reação Rápida, tenente-coronel Correia, o comandante do Regimento de Infantaria 15, coronel Ferreira Duarte, o comandante do Regimento de Paraquedistas, coronel Hilário Peixeiro, e o comandante do Regimento de Engenharia 1, coronel Paulo Almeida.


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: