Europa

CMTV faz reconstituição da noite em que Maddie McCann desapareceu

Dez anos depois, a CMTV regressou ao local de onde Madeleine McCann desapareceu. O inspetor Gonçalo Amaral, responsável pelo caso, participa na reportagem, defende a teoria de que a menina foi morta pelos próprios pais e fala em “pressões políticas” para justificar o seu afastamento. Veja o vídeo.

A CMTV emitiu ontem uma grande reportagem sobre o caso do desaparecimento de Maddie McCann, a menina britânica desaparecida a 3 de maio de 2007. O inspetor Gonçalo Amaral, que defende a teoria de que os pais são autores dos crimes da morte e ocultação de cadáver, participou nesta reconstituição.

“Na minha ingenuidade, fico-me pelo facto de eles pertencerem à classe média/alta britânica e de os britânicos não gostarem de os seus ‘doutores’ façam porcaria no estrangeiro e de serem escrutinados por isso. Acho que não se deita fora um quadro superior da polícia para se defender um casal suspeito”, afirma agora o inspetor.

Gonçalo Amaral acusa o poder político britânico de interferir no processo, para salvar Kate e Gerry McCann.

Veja a reportagem, que inclui uma reconstituição, na Praia da Luz, de uma versão do desaparecimento de Madeleine (versão que não está confirmada).


Patrocinado

Apps PT Jornal

Descarregar na App StoreDescarregar do Google Play

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir
error: