Clube dos Pensadores

Clube dos Pensadores pensa como deve ser o futebol

Continuando com a sua diversidade de temas, Joaquim Jorge, fundador do Clube dos Pensadores, no seu 115.º debate, recebeu, no Hotel Holliday Inn em Gaia, António Magalhães, director do jornal Record e Pedro Henriques antigo jogador de Benfica e FC Porto e actual comentador da SportTV. Ou seja, o futebol em destaque.

Pedro Henriques começou por falar da sua história de vida que é o Futebol. Considera que há uma grande diferença no comentador que já foi jogador e que já esteve no meio do futebol. Diz também que deveriam valorizar mais aquilo que tem interesse do que aquilo a que ele chama de “trazer lixo para o jogo”. Neste momento dão mais importância às audiências do que propriamente ao jogo! Há uma doença pós-jogo que tem uma parte saudável mas outra irracional.

Para Pedro Henriques, Cristiano Ronaldo é o melhor finalizador e Messi o melhor criador de jogadas.

Quanto a António Magalhães, director do jornal Record, diz que vivemos uma espécie de contradição pois há muitos leitores, contudo os jornais atravessam uma grave crise. Com o aumento de leitores na internet as vendas dos jornais baixaram. Estamos na era digital. A informação não é paga. O Record tem mais de 700 mil leitores por dia, segundo dados da Marktest.

Quando se compara o futebol português ao inglês diz que é tudo muito diferente. Há muitos recursos financeiros e não há disparidades enormes monetárias entre as equipas.

Em relação ao seu jornal aceita que se diga que o seu jornal tem uma ligação histórica ao Sporting pois nasce com a vocação para as modalidades nas quais o Sporting ganhava muito. Sempre quis ser jornalista e que os mesmos devem ter a preocupação de bem informar. Na sua opinião o futebol não é sempre bonito e os leitores querem ler ou ouvir determinadas situações, daí os jornais escreverem o que é mais procurado pelos leitores.

Reconhece que há a tendência do jornalista encaminhar a noticias numa determinada linha e ser tendencial. A mentalidade dos espectadores em geral é clubística e vão aos estádios para ver a sua equipa ganhar de qualquer forma e não para ver um bom jogo de futebol.

Quanto à nova tecnologia do vídeo-árbitro ambos os convidados concordam com a sua introdução, pois poderá ajudar a decidir algumas jogadas, embora Pedro Henriques considere que será “mais um culpado”.

Joaquim Jorge informou no final do debate que o Clube dos Pensadores no dia 1 de Junho, vai-se internacionalizar sendo o culminar de um trabalho de 11 anos, em prol da cidadania e do debate de ideias.


Patrocinado

Newsletters PT Jornal

Selecione as newsletters

Mais partilhadas da semana

Subir